Make your own free website on Tripod.com
PROGRAMA II

ROTEIRO 10

INTERVENÇÃO DOS ESPÍRITOS NO MUNDO CORPORAL
MEDIUNIDADE COM JESUS

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Enumerar as características da mediunidade com Jesus
Citar o papel dos médiuns na renovação social.
Constatar a importância da vivência evangélica na prática mediúnica.

IDÉIAS PRINCIPAIS
"Restitui a saúde aos doentes, ressuscitai os mortos, curai os leprosos, expulsai os demônios. Dai gratuitamente o que gratuitamente haveis recebido." (1)
" O dom da mediunidade é tão antigo quanto o mundo. Os profetas eram médiuns. (...) Sócrates era dirigido por um Espirito que lhe inspirava os admiráveis princípios de sua filosofia; ele lhe ouvia a sua voz Todos os povos tiveram seus médiuns e as inspirações de Joana D'Arc não eram mais do que as vozes de Espíritos benfazejos que a dirigiam. (...)". (3)
Deus quer (...) que os Espíritos sejam reconduzidos aos interesses da alma. Quer que o aperfeiçoamento do homem moral se torne o que
deve ser. isto e, o fim e o objetivo da vida.
Todo o progresso vem na sua hora: a da elevação moral soou para a humanidade. (...)" (3). Neste sentido a prática da mediunidade com Jesus e o grande instrumento de renovação social.

FONTES DE CONSULTA.

BÁSICAS
01. KARDEC, Allan. Dai gratuitamente o que gratuitamente recebestes. In. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Trad. de Guillon Ribeiro. 87. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1983. Item 1.
02. Op. cit. item 2.
03. . Dissertações espiritas. In: . O Livro dos Médiuns. Trad. de Guillon Ribeiro. 45. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1982. Item 11.
COMPLEMENTARES.
04. FRANCO, Divaldo Pereira. Mediunidade. In: Estudos Espiritas. Rio de Janeiro, FEB, 1982. p. 141.
05. XAVIER, Francisco Cândido. O Consolador. Ditado pelo Espirito Emmanuel. 8. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1980. Per. 382.
06. Op. cit., per. 389.
07. Estudando a mediunidade. In: . Nos domínios da mediunidade. Ditado pelo Espírito André Luiz. 11. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1982. p. 19-20.
.

"Restituí a saúde aos doentes, ressuscitai os mortos, curai os leprosos, expulsai os demônios. Dai gratuitamente o que gratuitamente haveis recebido." (1). Foi esta a recomendação de Jesus a seus discípulos e com isto querendo dizer "(...) que ninguém se faça pagar daquilo que nada pagou. Ora, o que eles haviam recebido gratuitamente era a faculdade de curar doentes e de expulsar os demônios, isto e, os maus espíritos. Esse dom Deus lhos dera gratuitamente, para alívio dos que sofrem e como meio de propagação da fé; Jesus, pois, recomendava-lhes que não fizesse dele objeto de comercio, nem de especulação, um meio de vida."(2).
Esta orientação dada por Jesus continua mais atual do que nunca, porque a mediunidade evangelizada jamais poderá ser transformada em profissão ou fonte de rendas. "(...) sendo luz que brilha na carne, a mediunidade é atributo do Espirito, patrimônio da alma imortal, elemento renovador da posição moral dá criatura terrena, enriquecendo todos os seus valores no capitulo da virtude e da inteligência, sempre que se encontre ligada aos princípios evangélicos na sua trajetória pela face do mundo." (5)
Deve-se compreender que a mediunidade só existe pelo concurso dos Espíritos. 'Os atributos medianímicos são como os talentos do Evangelho. Se o patrimônio divino e desviado de seus fins, o mau servo torna-se indigno da confiança do Senhor da Seara da verdade do amor. Multiplicados no bem, os talentos mediúnicos crescerão para Jesus, sob as bênçãos divinas; todavia, se sofrem o insulto do egoísmo, do orgulho, da vaidade ou da exploração inferior, podem deixar o intermediário do invisível entre as sobras pesadas do estacionamento, nas mais dolorosas perspectivas de expiação, em vista do acréscimo de seus débitos irrefletidos." (ó)
"(...) Mediunidade não basta só por si.
É imprescindível saber que tipo de onda mental ; assimilamos para conhecer da qualidade de nosso trabalho e ajuizar de nossa direção.(...)" (7)
O médium moralizado, que encontra na vivência evangélica a conduta de vida, e uma pessoa de bem, que procura ser humilde, sincero, paciente, perseverante, bondoso, estudioso e trabalhador. Cumpre o mandato mediúnico com amor
(...) Ao exercício da mediunidade com Jesus, isto é, na perfeita aplicação dos seus valores a beneficio da criatura, em nome da Caridade, e que o ser atinge a plenitude das suas funções e faculdades, convertendo-se em celeiro de bênçãos, semeador da saúde espiritual e da paz nos diversos terrenos da vida humana, na Terra. (...)" (4)
Ai está, como a prática mediúnica exerce um papel de renovação social. "(...) O Espirito humano segue em marcha conveniente, imagem da graduação que experimenta tudo o que povoa o Universo visível e invisível. Todo progresso vem na sua hora: a da elevação moral soou para a Humanidade. (...)" (2) E o médium evangelizado, exercendo o mandato com amor e espirito de serviço em beneficio do próximo, contribui em grande escala para o progresso geral.