Make your own free website on Tripod.com
PROGRAMA VI

ROTEIRO 19

A PERFEIÇÃO MORAL
CUIDADOS COM O CORPO E COM O ESPÍRITO
 

OBJETlVOS ESPECÍFICOS
Explicar a afirmativa: mente sadia em corpo são
Esclarecer como conciliar as necessidades do Espírito com os cuidados do corpo.

IDÉIAS PRINCIPAIS
"(...) a "mentalidade sadia" somente constituirá uma realidade quando houver um perfeito equilíbrio entre os movimentos do mundo e as conquistas interiores da alma. (...)" (04)
"(...) Não castigueis o corpo pelas faltas que o vosso livre-arbítrio o induziu a cometer (...)." {02)
"(...) O homem tem o dever de velar pela conservação do seu ser (...). Mas, não lhe assiste o direito de sacrificar ao supérfluo os cuidados que o Espírito requer. (...)" (03)

FONTES DE CONSULTA

BÁSICAS
01. KARDEC, Allan. Cuidar do corpo e do Espirito. In: . O Evangelho Segundo o Espiritismo. Trad. de Guillon Ribeiro. 87. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1983. Item 11, p. 296.
02. Op. Cit., p. 297.

COMPLEMENTARES
03. SAYÃO, Antônio Luiz. Lucas( X,38-43 ). In: . Elucidações Evangélicas. 7. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1983, p. 459.-
04. XAVIER, Francisco Cândido. Vida Aprendizado. In: . O Consolador. Pelo Espírito Emmanuel. 11. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1985. Questão 127, p. 81.
05. A Psicologia E A "Mens Sana". In: . Emmanuel. Pelo Espirito Emmanuel. 8. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1S77, p. 184.
06.. Perante o corpo. In: . Livro Da Esperança. Pelo Espírito Emmanuel. 4. ed. Uberaba, (MG) CEC, 1973, p. 49.
07.. No Plano Carnal. In: Roteiro. Pelo Espírito Emmanuel. 3.ed. Rio de Janeiro, FEB, 1972, p. 15-16.
08. Op. Cit., p. 20-21 (O Santuário Sublime).

CUIDADOS COM O CORPO E COM O ESPÍRITO

Freqüentemente ouvimos a expressão "a carne é fraca", atribuindo ao corpo as atitudes infelizes que proporcionaram certas quedas morais. E, por este fato, há quem procure enfraquecer ou flagelar o corpo "(...) a pretexto de evitar tentações. (...)" (06)
Não constituirá na maceração do corpo a perfeição moral. Uma coisa não leva a outra, evidentemente. No entanto, sabe-se que o cuidado com o corpo, promovendo a saúde e evitando enfermidades, "(...) influi de maneira muito importante sobre a alma (...). Para que essa" prisioneira viva se expanda e chegue mesmo a conceber as ilusões da liberdade, tem o corpo de estar são, disposto, forte. (...)" (01)
"(...) No corpo humano, temos na Terra o mais sublime dos santuários e uma das super maravilhas da Obra Divina.
Da cabeça aos pés, sentimos a glória do Supremo Idealizador que, (...) no curso incessante dos milênios, organizou para o Espirito em crescimento o domicílio de carne em que a alma se manifesta. (...)"(08)
É verdade que "(...) Isolado na concha milagrosa do corpo, o Espírito está reduzido em suas percepções a limites que se fazem necessários.
Visão, audição, tato, padecem enormes restrições
O cérebro físico e gabinete escuro, proporcionando-lhe ensejo de recapitular e reaprender.
Conhecimentos adquiridos e hábitos profundamente arraigados nos séculos aí jazem na forma estática de intuições e tendências
Dentro das grades dos sentidos fisiológicos, porém, o Espírito recebe gloriosas oportunidades de trabalho no labor de auto - superação . (07) precisa-se compreender que o corpo é o instrumento de manifestação do Espírito. Não é o corpo que ë fraco, quando das quedas morais e, sim, o Espírito.
"Para a psicologia antiga o ser pensante achava-se isolado do corpo. (05)
A psicologia moderna vai mais longe. A sua metodologia avançada estuda racionalmente todos os problemas da personalidade humana, unindo os elementos materiais e espirituais,
O corpo nada mais é que o instrumento passivo da alma, e da sua condição perfeita depende a perfeita exteriorização das faculdades do Espirito. Da cessação da atividade deste ou daquele centro orgânico, resulta o término da manifestação que lhe é correspondente: daí provém toda a verdade da "mens sana" (mente sã) e o grande subsídio que a psicologia moderna fornece aos fisiologistas como guia esclarecedor da patogenia *.
O corpo não está separado da alma; é a sua representação. As suas células são organizadas segundo as disposições perispiríticas dos indivíduos, e o organismo doente retrata um Espírito enfermo (...)" (05)
"(...) No que se refere ao "corpo são", o atletismo tem papel importante e seria de ação das mais edificantes no problema da saúde física, se o homem na sua vaidade e egoísmo não houvesse viciado, também, a fonte da ginástica e do esporte, transformando-a em tablado de entronização da violência, do abastardamento moral da mocidade, iludida com a força bruta e enganada pelos imperativos da chamada eugenia' ou pelas competições estranhas dos grupos sectários desviando de suas nobres finalidades um dos grandes movimentos coletivos em favor da confraternização e da saúde.
Bastará essa observação para compreendermos que a "mentalidade sadia" somente constituirá uma realidade quando houver um perfeito equilíbrio entre os movimentos do mundo e as conquistas interiores da alma.(...)" (04)
"(...) O homem tem o dever de velar pela conservação do seu ser. E esta uma lei absoluta, que não lhe é dado ab-rogar. Mas, não lhe assiste o direito de sacrificar ao supérfluo os cuidados que o Espírito requer.
Disse Jesus: "Nem só de pão vive o homem". Saibamos, portanto, aliar o cuidado de que necessita o nosso corpo aos que o nosso Espírito clama. Uns e outros podem emparelhar, sem prejuízo algum, desde que sejam atendidos com critério. (03)
Amemos, pois, a nossa alma, porém, cuidemos igualmente do nosso corpo, instrumento daquela. (02)
"(...) Desatender as necessidades que a própria Natureza indica, e desatender a lei de Deus. (...)" (02)

GLOSSÁRIO

Patogenia A parte da Patologia que estuda a origem das doenças.
Patologia Parte da medicina que tem por objeto o conhecimento da origem, sintomas e natureza das doenças.
Eugenia - Ciência que se ocupa do aperfeiçoamento da raça humana, por cruzamentos entre indivíduos escolhidos. Seleção humana.