Make your own free website on Tripod.com
PROGRAMA VI

ROTEIRO 20

A PERFEIÇÃO MORAL
CONDUTA ESPÍRITA; VIVÊNCIA EVANGÉLICA

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Explicar porque o Espiritismo é o Cristianismo redivivo.
Justificar porque a conduta espírita deve ser sinônimo de vivência evangélica

IDÉIAS PRINCIPAIS
"(...) Espiritismo sem Evangelho é apenas sistematização de idéias para transposição da atividade mental, sem maior eficiência na construção do porvir humano. (...)" (12)
"(...) O Espiritismo, (...) é, sem dúvida, a revivescência do Cristianismo, em seus fundamentos mais simples. (...)" (12)
"(...) Homens, irmãos a quem amamos, aqui estamos junto de vós. Amai-vos, também, uns aos outros e dizei do fundo do coração, fazendo as vontades do Pai, que está no Céu: Senhor!... Senhor'... e podereis entrar no reino dos Céus.
O Espírito de Verdade." (01)

FONTES DE CONSULTA

BÁSICAS
01. KARDEC, Allan. Prefacio. In: . O Evangelho Segundo o Espiritismo. Trad. de Guillon Ribeiro. 87. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1983, p.24.
02. Op. Cit., Item 05 ( Advento do Espirito de Verdade), p. 136.

COMPLEMENTARES
03. DENIS, Léon. Renovação. In: . Cristianismo E Espiritismo. Trad. de Leopoldo Cirne. 7. ed. Rio de Janeiro. FEB, 1978, p. 256.
04. FRANCO, Divaldo Pereira. Vitória do Espiritismo In : . Seara Do Bem . Por diversos Espíritos. Salvador, (BA), Livraria Espirita Alvorada Editora, 1984, p. 90.
05. Op. Cit., p. 91
06. Op. Cit., p. 92.
07. Op. Cit., (Jesus e Kardec Sempre), p. 95.
08. Op. Cit., p. 96-97.
09.. Grandeza do Espiritismo. In: . Sementes De Vida Eterna. Por diversos Espíritos. Salvador, (BA), Livraria Espirita "Alvorada" Editora, 1978, p. 113.
10. XAVIER, Francisco Cândido. Espiritismo. F8. In; . O Consolador. Pelo Espírito Emmanuel. 11. ed. Rio de Janeiro, FEB, . Questão 352, p. 199.
11.. Espiritismo. In: . Dicionário Da Alma. Por autores diversos Rio de Janeiro, G.E.F., 1964, p. 149
12.. Espiritismo Espiritualismo Evangelho. In: . Palavras de Emmanuel. Por Emmanuel, 4. ed. Rio de Janeiro, FEB, 1978, p.84
13. _. Espiritismo científico apenas? In: . Pontos E Contos. Pelo Espirito Irmão X. 5. ed. Rio de Janeiro, 1979, p. 141
14. Op. Cit., p. 142
15. Op. Cit., p. 143-144
 
 

CONDUTA ESPIRITA E VIVÊNCIA EVANGÉLICA

"(...) Vinde a mim, todos vós que estais aflitos e sobrecarregados, que eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei comigo que sou brando e humilde de coração e achareis repouso para vossas almas, pois é suave õ meu jugo e leve o meu fardo
Mateus, ll:28-30.
0. Espiritismo tem por escopo imediato e essencial a transformação moral do homem para melhor, porquanto lhe faculta uma identificação perfeita com os objetivos reais da vida, que se estendem além dos frágeis limites orgânicos.
Informado e convicto de que a vida, na Terra, constitui uma experiência evolutiva, por cujo meio aprimora os sentimentos, o homem lapida as arestas morais, ressarce os gravames decorrentes da invigilância, candidatando-se a futuros renascimentos abençoados, através da realização benéfica de um comportamento salutar e correto. (...)" (09)
"(...) O precioso legado com que Allan Kardec brindou a Humanidade em nome de Jesus, preparando um futuro melhor, deve ser preservado mesmo que sob o sacrifício dos verdadeiros espíritas. (...)" (07)
"(...) estudar Kardec para conhecer e divulgar o Espiritismo, é o compromisso de hoje, que nos devemos impor os encarnados e os desencarnados. (. )
Doutrina Espírita na visão de Allan Kardec, ë compromisso superior para com a vida, mediante o respeito ã vida, numa conduta viva e atuante quanto exemplar.
Eis porque Espiritismo e Cristianismo são termos da mesma equação da vida
A investigação dá imortalidade sem a filosofia estruturada na moral cristã, não vai além de quesito parapsicológico, destituído de ética, qual ocorreu com a pesquisa metapsíquica ora relegada a plano secundário.
Por sua vez, a filosofia sem o apoio do fato mediúnico torna-se expressão espírita sem Espíritos, corpo sem alma...
Conhecer, portanto, Allan Kardec para melhor se compreender Jesus. (...)" (08)
"(...) Com a chegada de Allan Kardec e com o Espiritismo, renasceu o Cristianismo primitivo, restabeleceram-se as comunicações espirituais e a revelação estuou no mundo das letras, da filosofia, da ciência e da fé. (...)" (04)
O Espiritismo, (...), dispõe de todos os elementos para repetir o Cristianismo, ao mesmo tempo avançar com a Ciência e a Tecnologia, numa extraordinária aliança da fé com a razão, com o conhecimento e a experiência de laboratório. (...)" (05)
"(...) A missão do Espiritismo é a do Consolador, que permanecerá entre os homens de sentimento e de razão equilibrados, impulsionando a mentalidade do mundo para uma esfera superior. (...)" (11)
"(...) O Espiritismo evangélico é o Consolador prometido por Jesus, que, pela voz dos seres redimidos, espalham as luzes divinas por toda a Terra, restabelecendo a verdade e levantando o véu que cobre os ensinamentos na sua feição de Cristianismo redivivo, a fim de que os homens despertem para a era grandiosa da compreensão espiritual com o Cristo.(...)" (10)
"(...) Grande contingente de estudiosos das teses espiritistas pleiteia agora uma situação especial de evidência para o Espiritismo estritamente científico, pugnando pelo esquecimento dos tesouros evangélicos. Alguns vão ao extremo de condenar a pratica da prece. (...) . A invocação dos ensinamentos do Cristo provoca-lhes estranheza ao coração. São discípulos que esqueceram suas origens, olvidando o carinho das mãos dedicadas que lhes guiararn os passos vacilantes do principio.
Querem fenômenos e prosélitos. (...)" (13)
"(...) É certo que ninguém poderá excluir as características científicas no exame transcendente do intercâmbio entre os vivos da Terra e os vivos do Infinito. Toda indagação séria é justa e toda análise conscienciosa produzirá os frutos doces da verdade.
A grande questão de todos os tempos não é propriamente a de conhecer, mas a de entender a finalidade do conhecimento.
O Espiritismo constitui a porta da esperança para um mundo melhor
Seus fenômenos representam chamamentos comuns para uma compreensão mais e levada dos valores da vida. (...) . Sua expressão religiosa com o Cristo tem no Evangelho os primórdios eternos. Nada poderá realizar de substancialmente útil, sem aquele Divino Amigo dos homens. (...)" (14)
A realização cristã, que e o primeiro programa do Espiritismo santificante, não se conquista tão só com as rotulagens científicas e deduções filosóficas, mais ou menos brilhantes. (...)
A inquietação tem sido um mal de todos os séculos.
De nossos núcleos, temos de afirmar que, sem a sintonia com o Cristo, qualquer edificação será inútil. (...)" (15)
O Espiritismo com Jesus representa "(...) um socorro do Céu, uma ressurreição das coisas mortas e esquecidas, (...). É uma nova floração do pensamento do Mestre, aformoseada, enriquecida, restituída à plena luz pelos cuidados dos Espíritos celestes. (...)" (03)
Ao concluir o último Roteiro deste Programa da Campanha de Estudo Sistematizado da Doutrina Espirita, fica-nos a certeza de que ser espírita, na legítima acepção do termo, é ser cristão, entendendo e vivenciando os ensinos de Jesus.
E neste instante, recordamos quão sábias e atuais são as palavras de O Espírito da Verdade:
"(...) Espíritas! amai-vos, este o primeiro ensinamento; instruí-vos, este o segundo. No Cristianismo encontram-se todas as verdades; são de origem humana os erros que nele se enraizaram. Eis que do além-túmulo, que julgáveis o nada, vozes vos clamam: "Irmãos! nada perece. Jesus Cristo é o vencedor do mal, sede os vencedores da impiedade" (02)

FIM DO PROGRAMA VI.